Júri

Claire
Gilman

Jacob
Fabricius

María Ínes
Rodriguez

Joana
Neves

Nimfe
Bimbe Molin

Claire Gilman

Curadora do Drawing Center (Nova Iorque)

Claire Gilman (doutorada pela Universidade de Columbia) é Curadora Chefe do Drawing Center (Nova Iorque) onde, ao longo dos últimos oito anos, tem supervisionado o programa curatorial, tendo organizado mais de trinta exposições, programas públicos e respectivos catálogos.

Os projetos têm incluído primeiras exposições de museu de artistas como Torkwase Dyson, Natalie Frank e Eddie Martinez, revisitações do trabalho de artistas estabelecidos, como Cecily Brown, Rashid Johnson e Terry Winters, a par de exposições coletivas de tendência conceptual.

De um modo geral, Gilman dedica-se a uma visão expandida do desenho enquanto mediador entre o eu e o mundo. Mais recentemente, Gilman liderou o Winter Term, uma nova iniciativa para a qual o Drawing Center estabelece parcerias com artistas ou organizações cuja missão é explorar o papel potencialmente transformativo do desenho num sociedade cívica e global. Gilman tem ensinado história de arte e teoria crítica na Universidade de Columbia; no Center for Curatorial Studies, Bard College; no Corcoran College for Art and Design; no Museum of Modern Art; e na School of Visual Arts (SVA), dando palestras sobre arte moderna e contemporânea um pouco por todos os EUA. Gilman tem artigos publicados no Art Journal, CAA Reviews, Documents, Frieze e October, sendo autora de numerosos ensaios para livros de artista e exposições de museu.

Jacob Fabricius

Diretor do Kunsthal Aarhus (Copenhaga)

Jacob Fabricius é atualmente diretor artístico e curador do Kunsthal Aarhus, Dinamarca. Anteriormente, Fabricius foi diretor do Malmö Konsthall, Suécia (2008-12), e do Kunsthal Charlottenborg, Copenhaga, Dinamarca (2013-14), onde foi curador de numerosas exposições internacionais – incluindo mostras individuais de Kerry James Marshall, Rivane Neuenschwander, Henrik Olesen e Cecile B. Evans. Por outro lado, Fabricius apresentou também uma série de exposições e projetos internacionais no espaço público. Fabricius é fundador da editora Pork Salad Press e do projeto jornalístico Old News, tendo editado já mais de 80 livros, discos e CDs.

Fabricius é também membro do conselho de administração da Danish Arts Foundation, encomendando obras de arte para espaços públicos.

Mais recentemente, Fabricius foi curador da SUPERFLEX, WE ARE ALL IN THE SAME BOAT no MOAD (Miami Dade College), da exposição de Kim Beom Water from Ganges River in the Cup Made with Newspaper from Congo e da coletiva Post Institutional Stress Disorder na Kunsthal Aarhus.

Próximas exposições agendadas por si para a Kunsthal Aarhus incluem mostras individuais de Jimmie Durham, Maria Thereza Alves, Hwayeon Nam e Amalie Smith.

Em Setembro de 2019, Fabricius será o curador de iwillmedievalfutureyou1 no Art Sonje Center (Seoul), assim como da EXPO Chicago (Chicago).

María Inés Rodriguez

Curadora Independente (Paris)

María Inés Rodríguez tem uma prática curatorial e institucional ligada à consolidação do museu enquanto plataforma de conhecimento através de programas expositivos, culturais e educacionais. Foi diretora do CAPC Musée d’art Contemporain de Bordéus (2014–18), Curadora Chefe do MUAC, Cidade do México (2011-2013), e do MUSAC -Museo de Arte Contemporáneo de Castilla y León (2009-2011).

A sua prática curatorial inclui grandes retrospetivas  e exposições individuas de importantes artistas, tais como Beatriz Gonzalez, Alejandro Jodorowsky, Leonor Antunes, Rosa Barba, Nicolas Paris, Danh Vo, Yona Friedman, Claire Fontaine e Vasco Araújo, entre outros.

Paralelamente ao seu trabalho curatorial, Rodríguez tem organizado palestras públicas e exposições dedicadas aos temas da matéria impressa e da arquitetura. Em 2005, lançou as edições Tropical Paper, um website dedicado à criação contemporânea nos trópicos.

Recebeu as seguintes bolsas: Fondation Patiño – Ville de Genève, American Center Foundation, Apex Art Center (Nova Iorque) e Davidoff Arts Initiative. Preside, desde 2017, ao Comité Art Citoyen France, Fondation Carasso, França.

Joana Neves

Diretora Artística do Drawing Now (Paris)

Joana P. R. Neves é uma escritora e curadora independente baseada em Londres, sendo diretora artística da Drawing Now Art Fair em Paris. Trabalhou como co-diretora de galerias de relevo (Galerie Chantal Crousel, Paris; schleicher+lange, Paris; Marlborough Contemporary, Londres).

Enquanto curadora, organizou várias coletivas, incluindo Morel’s Island no CPIF (com Nathalie Giraudeau), The Lynx Knows no Boundaries na Ricard Foundation (Paris), Rituals, Repetitions, Constraints, Temptations no Mrac Sérignan (com a Roven Platform).

Neves organizou também mostras individuais de artistas com Gyan Panchal, Evariste Richer, Reto Pulfer (co-curada com a Roven Platform) e Catarina Dias. É co-fundadora do grupo curatorial Roven Platform juntamente com Johana Carrier, Marine Pagès e Diogo Pimentão, para a qual foi co-curadora de serões temáticos e coreografados e exposições coletivas em torno do desenho enquanto meio. Escreve regularmente sobre desenho para a revista  Roven e outras publicações assim como para catálogos coletivos e monográficos. É co-curadora da BLANK com Johana Carrier, a primeira retrospetiva de Irma Blank (Maio de 2019, Culturgest, Lisboa; Mamco, Outubro de 2019, Genebra; CCA, Tel Aviv, 2020). Encontra-se na fase final da sua tese sobre a linha e o traço na Kingston University de Londres (com fundos da Techne).

Nimfa Bisbe Molin

Diretora da Coleção de Arte da La Caixa (Barcelona)

Nimfa Bisbe tem dirigido a Coleção de Arte da Fundação “la Caixa” desde 2002, tendo-se juntado a esta instituição como curadora da coleção de arte contemporânea em 1990. Bisbe tornou conhecida a coleção através da organização de eventos e curadoria de numerosas exposições e projetos quer em Espanha, quer internacionalmente.

O seu trabalho curatorial inclui também projetos específicos dedicados a artistas como Omer Fast, Tony Oursler, Bestué e Vives, Botto & Bruno, Jeppe Hein, Pierre Huyghe, Nicolas Paris, ou Soledad Sevilla, no CaixaForum Barcelona. Bisbe tem participado em conferências e simpósios e ensinado coleção de arte em universidades e escolas de arte.

Bisbe tem participado nos júris de diversos prémios de arte, incluindo o Prémio Nacional de Fotografia de Espanha, o Prémio Joan Miró e os Prémios Arte y Mecenazgo.

Start typing and press Enter to search