2ª Edição do Prémio Navigator Art on Paper conta com júri de renome internacional

Foi no passado dia 18 de fevereiro que a The Navigator Company, em parceria com o Jornal Expresso, lançou 2ª Edição do Prémio Navigator Art on Paper.

Este ano, o elenco do júri é composto por cinco nomes de renome internacional, dando expressão ao carácter global do prémio. Claire Gilman, Curadora Chefe do prestigiado Drawing Center, em Nova Iorque; Jacob Fabricius, Diretor do Kunsthal Aarhus em Copenhaga, na Dinamarca; María Inés Rodríguez, Curadora Independente (e até há poucos meses Diretora do Musée d’art Contemporain de Bordéus); Nimfa Bisbe Molin, Diretora da Coleção de Arte da Fundación La Caixa e Joana P. R. Neves, Diretora Artística do Drawing Now (conceituada Feira de Desenho em Paris) são os responsáveis pela escolha daquele que será o premiado da segunda edição do galardão Navigator Art on Paper.

Os elementos do júri reuniram em Lisboa, no dia 18 de fevereiro, para analisar os trabalhos dos artistas que serão propostos a concurso.

O Navigator Art on Paper, cuja curadoria é da responsabilidade de Filipa Oliveira, é o maior prémio mundial de arte em papel e tem como missão apoiar a criação artística em papel, valorizando-o como um dos suportes de inovação, criatividade, investigação e arte.

O artista plástico Pedro A. H. Paixão foi o vencedor da 1ª Edição do Prémio Navigator Art on Paper que decorreu no ano passado.

Nascido no Lobito, em Angola, Pedro A. H. Paixão vive em Milão, desde 2000, mas é em Portugal que continua a desenvolver as suas mais importantes relações de trabalho. Mestre em Belas-Artes pela The School of the Art Institute of Chicago e doutorado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, o artista plástico distingue-se pela carga simultaneamente política e poética que reflete no seu desenho, trazendo para a luz imagens que antes estavam na escuridão.

Start typing and press Enter to search