Pedro A.H. Paixão

Lobito, Angola

Tiles by Haig Aivazian
Pedro A.H. Paixão
From Hand to Hand, 2017,
Colored pencil on paper, 15 x 14,7 cm,
Private Collection
Pedro A.H. Paixão
Open Letter (young George Washington Williams as Patrice Lumumba), 2017,
Colored pencil on paper, 59,4 x 42 cm,
Private Collection
Pedro A.H. Paixão
The Big Wave Rider, 2017,
Colored pencil on paper, 21 x 29,7 cm,
Private Collection

Pedro Paixão (Angola, 1971), Mestre em Belas-Artes pela The School of the Art Institute of Chicago e Doutorado em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Tendo iniciado o seu percurso expositivo em 1996 com a exposição “Sete Artistas ao Décimo Mês” (Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa), são de destacar as seguintes exposições individuais: “Pedro A.H. Paixão 1998-2018”, CIAJG, Guimarães, Portugal (a inaugurar em 2018), “A cor de um eclipse” (com Catarina Dias), Ar Sólido, Marvila (2016), “Fogo Posto”, Fundação Carmona e Costa, Lisboa (2016), “Sic Transit Gloria Mundi”, Museu do Dinheiro – Banco de Portugal, Lisboa (2016), “A Festa” (com Rui Moreira), Fundação Carmona e Costa, Lisboa, (2006), “Desenho no Desenho de Brueghel”, Carlos Carvalho Arte Contemporânea, Lisboa (2007), e Bouzean (com Rui Moreira & Sara Marrecas), Faro Capital da Cultura, Fabrica da Cerveja, Faro, (2915). Das exposições coletivas destaque para: “Now it is Light”, Galeria da Boavista – EGEAC, Lisboa (2018); “Oracular Spectacular: Desenho e Animismo”, CIAJG, Guimarães (2015), “50 Anos de Arte Portuguesa”, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa (2007), “A Indisciplina do Desenho”, Fundação Cupertino de Miranda, Vila Nova de Famalicão; Museu José Malhoa, Caldas da Rainha; Museu de Aveiro, Aveiro, Portugal (1999).

Start typing and press Enter to search